Segunda.

Segunda-feira.

Aquele dia destestado pelo Garfield.

O gato mais charmoso dos quadrinhos sabia das coisas (ama lazanha, assim como eu...).

Segunda é um saco mesmo, e quando o fim de semana foi bom então, bah! Bate aquela depressão pós findi! (como diz uma grande amiga minha).
Mas meu findi foi legal, teve encontros com amigas na Redenção,assistir jogo no buteco, almoço em familia, dia das mães, algumas surpresas boas e outras péssimas, cés la vie!
E aprendendo sempre... ontem fui dormir tarde, e um pouco triste.
Mas sabe, aprendi que por mais que a gente se esforçe não consegue agradar a todos, claro que não! As pessoas são diferentes e reagem de maneiras diferentes.
Ja não tento mais entender, gastei muito do meu tempo tentando. E porque, não simplificar?
Porque as relações ficaram tão superficiais que é mais fácil se afastar do que sentar e conversar.
Pode parecer clichê, e até é um poco. Mas porque não curtir mais, mostrar o que sente, dizer as coisas, abraçar, beijar, perdoar, conversar, rir, chorar, porque?
Para se mostrar forte? para parecer frio.... e se proteger... o que adianta?
O que eu quero da minha vida? você ja se perguntou isso hoje? Quem eu quero perto de mim? O que eu quero fazer?

Eu quero risadas descontraidas e sinceras, beijos verdadeiros, abraços apertados, longas conversas com conteúdo, e sem conteúdo também, porque nem sempre precisamos ser sérios.... a vida também é feita de momentos insanos e sem sentido!

Por do sol, pilequinhos, cama quente, cobertor cheiroso, dormir juntinho, caminhar abraçado, receber um email de alguem que lembrou de voce, pelo simples fato de que esta com saudades... coisas simples.
É na simplicidade que estão as melhores coisas da vida.
Eu só não me acomodo, só isso, não quero viver minha vida como se estivesse esperando por algo.
Não estou!!! Eu busco algo... e sempre vou buscar.
Não quero o comum, o previsível...há os que gostem disso...é mais fácil, indolor eu diria.
É um risco permanente eu sei, mas prefiro isso a inércia de uma vida sem graça e solitária.

Por isso, não faça do hábito um estilo de vida.Como diria Edson Marques:

"O mais importante é a mudança, o movimento,o dinamismo, a energia.

Só o que está morto não muda!

Repito por pura alegria de viver: A salvação é pelo risco,sem o qual a vida não vale a pena!!!"

Boa semana pra todos!


 
 
 
 

Postar um comentário 0 comentários:

Postar um comentário