Tive um sonho...




Sonhei que todos eram felizes, não existia tristeza, as pessoas eram menos rancorosas, se preocupavam menos com que os outros pensam, riam mais, choravam menos, dançavam mais, trabalhavam menos.
Tive um sonho... sonhei que as coisas eram mais simples, que andar descalço era normal, acordar mais cedo, dormir mais tarde, os filhos respeitavam mais os pais, os pais entendiam mais os filhos.
Que não existia a dor da perda, a mágoa, o rancor, a vergonha.
Éramos bem mais felizes, leves, as crianças andavam pelas ruas livres, soltas e despreocupadas.
Um mundo perfeito, sem correria, sem transito caótico, sem fome, sem miséria, sem violência.
Um mundo onde os amigos entendiam uns aos outros, sem perguntas, sem questionamentos, só o sentimento, só o olhar, só o toque.
É, mais isso foi um sonho.
As coisas não são assim, e estão longe de ser.
Hoje um pouco triste, pensando do porque de tanta complicação, de tanta mágoa e indiferença.
Quem sabe esse mundo um dia exista, ou sendo bem otimista, pelo menos um pedacinho dele.

 
 
 
 

Postar um comentário 2 comentários:

Edson Marques disse...

Renata,


eu também sempre sonhei coisas assim. Tanto que virei comunista (achando que comisso o mundo seria melhor).


Mas continuo sonhando.


Abraços, flores, estrelas..

20 de maio de 2008 22:24

Celia Rodrigues disse...

Seu sonho se chama "Utopia".

23 de maio de 2008 10:14

Postar um comentário