A vida é mesmo doida.
Aproveitando a calmaria que ela ta me proporcionando.
Mas não uma calmaria chata, de tédio, de marasmo.
Uma calmaria gostosa, com cheiro de coisa nova no ar.
Delicia!
E só atenta as coisas que estão acontecendo a minha volta. Surpresas em todos os sentidos.
Mas é bom, que graça teria a vida se ela não fosse cheia de surpresas?

 
 
 
 

Postar um comentário 0 comentários:

Postar um comentário