O sol nasce lindo e vibrante no céu.

A brisa fresca, desperta sentimentos que enrubesço só de pensar.

Meu corpo todo vibra, feliz, vivo e ansioso por novas descobertas.

Sinto-me como uma criança, que está descobrindo um novo universo, e que tem todo o tempo do mundo para fazê-lo.


Não preciso de relógio, não preciso de regras, não preciso ter PRESSA.

Basta-me um coração cheio de amor, desejo e uma força, que sinto, sempre foi maior que eu, e sempre esteve lá, algumas vezes adormecida, outras, quietinha, somente esperando o momento certo para surgir.


O céu é meu guia, as estrelas minhas conselheiras, e minha mais fiél companheira ... sou eu mesma.

 
 
 
 

Postar um comentário 7 comentários:

tossan disse...

Sem pressa e sem regras, assim que deveria ser.
Vc sabe que o sol é o meu grande amigo. Gostei do texto. Bj

24 de novembro de 2008 12:49

Sun(shine) , «3 disse...

Mais uma vez, um post daqueles :') Para não falar na imagem, bela escolha !



beijinho

24 de novembro de 2008 15:51

Lua. disse...

Se acompanhar é essencial!
Prazer eu sou a Lua!
Ótimo blog!
bjs

24 de novembro de 2008 19:38

Alisson da Hora disse...

Espero que dessa vez não dê pau...

"Não preciso de relógio, não preciso de regras, não preciso ter PRESSA."

gostaria muito de não ter de seguir isso, as regras dos relógios e das pressas...enquanto isso venho ao teu blog e sonho...

beijo grande!

24 de novembro de 2008 22:38

Aline Dias disse...

Tu sabes que o sol queima se ficarmnos muito tempo expostos, tenho meus dilemas com o sol, prefiro o silêncio e a escuridão, da janela do meu quarto, da noite.

25 de novembro de 2008 01:25

D.Ramírez disse...

Seus textos prendem e tem algo de dentro, vc passa isso muito bem.
dá prá sentir quando se lê. Adorei;)
Besitos

25 de novembro de 2008 07:52

Marcos Campos disse...

olá Renata!
Parto do pressuposto, de que parte do que escrevemos é parte de nós mesmos...bom ter esse auto conhecimento e fé em si mesmo...
beijos!!!

26 de novembro de 2008 23:18

Postar um comentário