Tem coisas que não temos como explicar.

Uma amizade imediata, uma paixão a primeira vista, um arrepio que vem sem sabermos porque, uma atração incontrolável, uma alegria repentina, o choro que vem sem pedir liçensa, a saudade de algo que não conheçemos, uma música que emociona ...

Alguns sentimentos são inexplicáveis, e mesmo que quisessemos, acredito que não teria como defini-los.

Passamos a vida inteira tentando entender tudo, sentimentos, situações, palavras, ações, e porque?

Se as coisas mais importantes sempre são aquelas que não conseguimos nem entender nem tocar, são nossos sentimentos, nossas crenças, nossos sonhos.

Existem pessoas que não se interessam e nem se preocupam com isso, e acredito até, que muitas passem suas vidas sem nunca perceber o quanto isso é importante e fundamental.

Muitas vezes me perco no labirinto que são meus sentimentos, mas sempre me encontro, e essa é a parte mais prazerosa de tudo isso.

Não me importo de perder algum tempo nessa busca, porque sempre haverá um final, por mais demorado e tortusoso que ele seja, ele sempre vai estar lá.

 
 
 
 

Postar um comentário 11 comentários:

joeldo disse...

Regina,

Perdão pela visita inesperada, gostei muito do seu espaço e de sabê-la fã de Whitman, além de bem escrever.

Abraços,
Joeldo

11 de janeiro de 2009 02:18

D.Ramírez disse...

Sentimentos adversdos e multiplos. Mas acho que quase todos sentem sim, de uma maneira diferente. O importante é sentir né?
Eu tbm senti saudades de vc, daqui. Semana agitada, sem internet, aproveitei tbm pra viajar quinta e retornei hoje. Ainda bem que deu pra conciliar o sem net e viagem..ufa.
Mas agora bem, relax e voltando.
Besos

11 de janeiro de 2009 14:41

Lis disse...

Renata,
É mesmo, tem uns sentimentos que são impressionantes mesmo...e bom pensá-los também...

(procurei uma foto como essa pro meu post e não achei, rsss. Maior surpresa quando entrei aqui)

Beijos e boa semana!

11 de janeiro de 2009 23:49

Melsavinon disse...

Ai que texto fofo!
Amei!
bjs sumida!

13 de janeiro de 2009 11:20

Alisson da Hora disse...

putz...fotografou meus dias, hem?

beijo grande de saudade

14 de janeiro de 2009 00:32

O Profeta disse...

Será mesmo necessário termos a explicação para tudo...?!



Doce beijo

14 de janeiro de 2009 11:16

tossan disse...

Renata gosto de te ler, és perfeita.. usa a alma e me passa o pesamento. Gosto muito! Bj

14 de janeiro de 2009 18:50

Marcos Campos disse...

Oi Renata!
Explicar pra que?!!
Vamos sentir!!!
Beijos

14 de janeiro de 2009 23:59

Noir disse...

Adoro te ler.
Sempre.
Beijo!!
*Prometo não me demorar mais... rs! Outro beijo!

15 de janeiro de 2009 10:17

Clara Mazini disse...

Não fazer sentido é um alívio, às vezes.
Que bom que nem todas as coisas dependem de explicação!

15 de janeiro de 2009 15:39

Melsavinon disse...

VAmos deixar um oi pra alguém que sumiu:
OI.

16 de janeiro de 2009 20:20

Postar um comentário