Não sei bem para onde ele foi.


De uns tempos para cá tem me deixado a deriva, a mercê de idéias tão malucas, que nem eu mesma me reconheço.

Tenho procurado por ele em todos os lugares, mas ele insiste em fugir, se escondendo nos cantinhos mais complicados, mais obscuros.

As vezes me prega peças que me deixam atordoada, penso que seria muito melhor viver sem ele.

Afinal,porque sofrer tanto, pensar tanto, querer tanto, racionalizar tanto, ponderar tanto.

Se ele me acompanha, nada disso acontece, tudo fica certinho, no lugar.

Em alguns momentos corro ele da minha vida, eu mesma, com meu jeito meio doidivanas, passional, intensa(como muitos gostam de falar).

As vezes me faço de certinha, só para tê-lo por alguns dias ou somente por algumas horas comigo.

Mas quando volto a ser eu mesma, lá vai ele,embora novamente.

Pois é... se alguém encontrá-lo por aí, me avise.



Meu Juízo anda perdido, e acho que esqueceu o caminho de casa.

 
 
 
 

Postar um comentário 10 comentários:

Fabio disse...

Caramba, nem sei o que falar sobre isso, o meu juízo está perdido faz muito tempo, se é que alguma vez eu encontrei ele. Muitas vezes eu acho que ele tá comigo, mas quando vejo é alguma outra coisa se passando pela figura do meu juízo.
Mesmo assim, pensar, sofrer, querer, racionalizar e ponderar faz parte do ser humano, com ou sem juízo, uns mais outros menos.
Enfim, se alguém ver o meu juízo por aí, favor me diga pelo menos como ele é.

2 de agosto de 2009 20:19

Sun disse...

Perguntaste-me o que eu ainda tinha para falar dele....Sabes que tenho muito? Penso que um grande amor, será sempre um grande tema. Agora, se me perguntasses o que eu tinha para falar COM ELE, eu responderia que não tenho nada, absolutamente nada a dizer.

Quanto ao teu post de hoje...
Este tal juízo já me fez renunciar muita coisa. Em alguns momentos, o meu excesso de sensatez chega a ser tóxico.
Mas, afinal, o que é não ter juízo? É aventurar-se, arriscar-se, quebrar as regras sociais? E será que não é mesmo esta falta de juízo, a prova de que estamos vivos?

Ter juízo é exactamente o que disseste, ser racional, ponderar demais, pensar muito. O que é bom, mas há momentos em que as emoções tendem a sobrepor-se ao lado racional do ser humano.

Relativamente ao Amor, decididamente, prefiro ter todo o juizo do mundo. Já quebrei a cara demais.

Um beijo anjo.

2 de agosto de 2009 20:34

Tata disse...

HAHAHAHAHAHAHA

Amiga o meu tbm anda sumido!KKKK
Vai ver eles fogem todos para o mesmo lugar!KKK
Ele até me acompanha vez ou outra.
mas, é só virar as costas e PUFT! tomei mais um perdido dele!!!
O meu é safado!!!KKKK
Se arrumar um jeito de pegar ele na curva me avise hein!!!

bjinhos e bom início de semana!

2 de agosto de 2009 23:04

Aline Dias disse...

acho que me perdi por inteiro,...


tu és tão amável menina ;)

3 de agosto de 2009 04:24

Érica disse...

Eu perco o meu por ai também, mas sinceramente, eu acho que nem perco tanto assim, sinto mais a vontade de perder do que propriamente o faço. É bom sabe, ser corajoso, jogar de lado o que é sensato por uma vez que seja. Deixa o juízo se perder um pouco,ele sabe a hora de voltar.
Beijos minha linda!

3 de agosto de 2009 10:39

disse...

O meu continua com o teu, e tenho dito.

3 de agosto de 2009 11:28

Marcos Campos disse...

Oi Re!
As vezes é bom perdê-lo por um tempo...se permitir certas coisas que com ele, não faríamos...
Beijos!

3 de agosto de 2009 14:19

DANIZINHA disse...

Você tem certeza que quer que te avise se encontramos seu juízo? Ó DÚVIDA!
O juízo, qndo encontra-lo, usa-o com moderação. rs

belo post. parece uma conversa..com um que de poesia.

beijos

3 de agosto de 2009 18:01

Sun disse...

Querida,
É só para dizer que a partir de hoje, restringirei o meu blog apenas aos blog’s convidados. Caso estejas interessada em continuar a me acompanhar, envia-me o teu e-mail para o meu: sandrasartori @live.com.pt. E eu adiciono-te, ok?

Um beijo.

4 de agosto de 2009 13:45

©tossan disse...

Já ouviu isso? Antes só do que mal acompanhado, ou troca?
Chega de migalhas quero tudo senão não como... Belo texto! Beijo

5 de agosto de 2009 00:06

Postar um comentário