Noite



A noite chegou.
E ela irritada demais com o rumo da Opereta que era sua vida, resolveu ir para casa. E ficar sozinha.
Na falta de algo interessante.
Preferia sua própria companhia.

 
 
 
 

Postar um comentário 5 comentários:

Érica disse...

Hoje eu queria ser uma boa companhia para mim. Mas não vou ser. Que dia ruim, eu queria que ele acabasse logo, queria que o ano acabasse amanhã. Eu acho que hoje a noite não está pra mim, como eu não estou pra noite. rsrsrs
Beijos gata, bom final de semana pra ti. E boa sorte sempre!

28 de agosto de 2009 17:19

Rosemildo Sales Furtado disse...

Será que a espectativa criada não utrapassou os limites e, na impossibilidade da concretização veio a inevitável frustração? Ou veio o arrependimento pelo fato de ter dado o rumo que deu a sua vida?

A(s) resposta(s) fica(m) por conta da autora.

Beijos,

Furtado.

28 de agosto de 2009 21:34

Sun disse...

E existirá algo melhor do que estarmos acompanhados por nós mesmos?
Julgo que não.

beijos babe

29 de agosto de 2009 08:41

Tata disse...

Oi RÊ,

Mas, a própria companhia pode ser muito interessante!!!
E como já dizia aquele ditado da época da minha Bisa, " Antes só que mau acompanhado de um mostrengo bafejante do lado!" KKKK

bjinhos

30 de agosto de 2009 21:56

Leo Mandoki, Jr. disse...

vc pensa que eu me esqueci de vc né?! não esqueci não!
o ritmo natural da vida é mesmo assim.
adorei essa espécie de diário ficional sobre a TARDE...será que vc frequenta mesmo assim tantas vezes o banheiro do escritório?
será?
Eu queria ser a toalha de rosto desse banheiro

3 de setembro de 2009 11:05

Postar um comentário