Não queria mais finais franceses, onde acendem-se as luzes,sobem os créditos,e fica-se lá sentando, tentando entender o final.


E existiu um final?

A trilha sonora perfeita, as falas certas na hora certa.

A intensidade extrema e logo após, o vazio absoluto...


............


Levantou-se da sala e dirigiu-se a saída.

Já que realmente não existia um Fim, inventaria o seu.